Apoio ao Discente

O IFRS desenvolve uma política de ações inclusivas por meio da Assessoria de Ações Inclusivas, institucionalizada pela Reitoria da Instituição, a partir da portaria nº 168 de 14 de maio de 2010, órgão vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, responsável pelo planejamento e pela coordenação das ações relacionadas à política de inclusão. O IFRS conta com políticas que visam oferecer aos estudantes igualdade de acesso, permanência e êxito no curso. Como expressão dessas políticas, na prática, destaca-se, dentre outras iniciativas, o Núcleo de Ações Afirmativas do IFRS (NAAf), do qual derivam núcleos, atividades de ensino, pesquisa e extensão, em cada Campus, visando ao desenvolvimento e ao fortalecimento de uma educação voltada para a diversidade.

A efetivação dessa política dá-se por meio de ações voltadas para questões como apoio acadêmico aos discentes, por meio do desenvolvimento de projetos de monitoria e tutoria envolvendo estudantes, docentes e técnicos administrativos do IFRS; acompanhamento psicossocial e pedagógico realizado, principalmente, pelos setores de Assistência Estudantil e Pedagógico, de modo articulado com os núcleos voltados às ações afirmativas; e assistência para a acessibilidade física de pessoas com necessidades específicas, dentre outras medidas. Inserem-se em tais ações a preocupação com a acessibilidade atitudinal, voltada à percepção do indivíduo sem discriminação ou estereótipos, a fim de eliminar barreiras entre os partícipes do processo educativo; e a acessibilidade pedagógica, voltada à criação e à valorização de metodologias que eliminem barreiras na atuação docente, em suas concepções de educação, inclusão e avaliação.

Ademais, como formas de concretização dessas ações afirmativas, no Campus Canoas, há publicação de editais de monitoria para os cursos técnicos e de graduação, pelo menos uma vez por ano, e editais com oferta de bolsas de ensino, pesquisa e extensão.

Conheça também outras formas de apoio ao discente ofertadas no Campus Canoas:

A Coordenadoria de Assistência Estudantil (CAE) está vinculada à Direção de Ensino (DE), tornando-se responsável pela assistência, intermediação e apoio aos estudantes nas áreas socioeconômica, pedagógica e psicológica. O Campus Canoas, conta com servidores para atuação na área de orientação educacional, psicologia e serviço social.

O IFRS possui também uma proposta de Política de Assistência Estudantil, norteada pelo Decreto n° 7.234/10 – Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) – que visa prioritariamente à permanência de estudantes oriundos de escolas públicas e em vulnerabilidade socioeconômica. Entre seus objetivos, estão contribuir para a igualdade de oportunidades entre os estudantes e reduzir os índices de evasão escolar.


O horário de atendimento é uma atividade regulamentada na Resolução nº 082, de 19 de outubro de 2011, a qual normatiza a atividade docente no IFRS, onde está colocado que “o atendimento ao aluno de cursos presenciais é o momento que o docente disponibiliza para dirimir dúvidas e deverá ocorrer nas dependências dos Campi, em local e horário específico e com ampla divulgação junto ao corpo discente, correspondendo a, pelo menos, 1/3 da carga horária em sala de aula, com um mínimo de 4 horas semanais”.

Clique aqui para ter acesso a informações sobre o horário de atendimento dos docentes do Campus Canoas.


O Programa de Monitoria do Campus Canoas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), coordenado pela Diretoria de Ensino, tem como objetivo apoiar as ações de ensino por intermédio de monitoria aos estudantes regularmente matriculados nos cursos técnicos de nível médio e superiores do campus.

Clique aqui para ter saber mais!